Bolsonaro fala em ser preso caso perca as eleições deste ano, diz jornal

bolsonaro
Presidente conversou com pessoas próximas sobre a possibilidade de ser preso (Valter Campanato/Agência Brasil)

O presidente Jair Bolsonaro (PL) diz acreditar que pode ser preso caso perca as eleições e deixe o cargo no Executivo. A informação foi veiculada com exclusividade pela coluna de Mônica Bergamo, da Folha de S. Paulo.

Segundo o texto publicado na noite dessa segunda-feira (1º), Bolsonaro tem repetido tal teoria para diversas pessoas em Brasília (DF), inclusive para integrantes do próprio governo.

O presidente estaria cada vez mais inquieto por conta das pesquisas eleitorais desfavoráveis e, segundo interlocutores, “transtornado” em certos momentos.

A coluna obteve quatro relatos diferentes, que variam sobre o tom que o presidente fala sobre o assunto. De acordo com políticos e autoridades que não fazem parte do governo, mas que conversaram com o presidente nos últimos dias, o político tem dito que reagirá e não será preso com facilidade.

Segundo os mesmos relatos, Bolsonaro tem demonstrado estar nervoso e repetidos frases parecidas ao que disse no discurso de 7 de Setembro do ano passado, em ato na Paulista, em São Paulo. Na ocasião, ele afirmou que “nunca” será preso. Ele ainda disse que poderia sair do Palácio “preso, morto ou com vitória”.

Ministros conversaram com Bolsonaro

Além disso, dois ministro do governo disseram que já ouviram o presidente falar sobre a possibilidade de ser preso em mais de uma ocasião. Nesses momentos, o tom não seria de nervosismo, mas de uma suposta perseguição que ele sofreria caso perdesse o cargo.

Um dos ministro também disse que Bolsonaro sabe o que vai acontecer se for derrotado. “Você acha que eu não sei?”, teria falado o presidente, segundo um auxiliar, sobre uma possível prisão do chefe do Executivo.

Medo de filhos serem presos

O político ainda revelou o receio de que três de seus filhos envolvidos com política também poderiam acabar presos dependendo do resultado das eleições.

Nas ações que tramitam na Justiça contra o presidente, estão investigações sobre a conduta do chefe do Executivo na pandemia de Covid-19 no Brasil. E também sobre os frequentes ataques que o presidente tem feito às urnas eletrônicas e sistema eleitoral.

Vitor Fernandesvitor.fernandes@bhaz.com.br

Sub-editor no BHAZ desde fevereiro de 2017. Jornalista graduado pela PUC Minas, com experiência em redações de veículos de comunicação. Trabalhou na gestão de redes do interior da Rede Minas e na parte esportiva do Portal UOL. Com reportagens vencedoras nos prêmios CDL (2018, 2019, 2020 e 2022), Sindibel (2019), Sebrae (2021) e Claudio Weber Abramo de Jornalismo de Dados (2021).

Comentários