Dia 101 do BBB: Jessi e Gustavo detonam vitória de Arthur; Jade e P.A. comentam futuro do affair

jessi jade pa
Dia 101 foi marcado por novas tretas após o fim do BBB (Reprodução/TV Globo)

O especial “Dia 101” do BBB 22 trouxe os participantes da edição para “lavar a roupa suja” e comentar o que rolou no reality, na noite de ontem (28). O campeão Arthur Aguiar teve a vitória criticada por alguns colegas do confinamento e acabou se isolando durante o especial. O casal Paulo André e Jade Picon teve o reencontro dentro da casa e comentaram se o relacionamento vai ter futuro.

O especial aconteceu dentro da casa em que os brothers e sisters estiveram confinados, com a participação do apresentador Tadeu Schmidt. Logo no começo da interação, Arthur já se isolou, afirmando que estava havendo muita “falsidade” entre os participantes. “Não passei o programa todo só dormindo? Vou dormir, então, não vou ficar recebendo tapinha nas costas nada, rapaz”, comentou, enquanto se deitava no quarto Grunge.

Ao ser questionado por Tadeu sobre o motivo de estar cabisbaixo durante a dinâmica, Arthur disse que estava “esgotado emocionalmente”. “Eu vi muitos comentários minimizando [minha trajetória]. Só eu sei o quanto foi desgastante todos os Jogos da Discórdia. Isso ativou muitos gatilhos na minha cabeça, eu pensei muitas vezes em desistir, eu não desisti por causa da minha família”, desabafou o campeão.

Vitória de Arthur é criticada

O investidor Gustavo Marsenga foi um dos que criticou a decisão do público de premiar Arthur. “Não gostei, não gostei por vários motivos, não só pelo fato de eu não ter ganhado, mas eu acho que muitas pessoas que saíram do programa deveriam estar no programa. A Lina não poderia sair com 77% de rejeição, eu estou procurando meus 81% de rejeição”, detalhou.

Em outro momento da dinâmica, a professora Jessilane Alves também discordou do resultado final do BBB. Ao ser questionada por Tadeu sobre quem “não mereceu chegar aonde chegou”, a educadora citou o campeão da edição. “Eu acho que o Arthur. É o que eu já venho falando lá fora. Não só pelo contexto do jogo, porque acho que tudo que aconteceu aqui favoreceu o Arthur para que ele tivesse se tornado favorito”, disse.

“O Arthur várias vezes levantou bandeiras sobre ele ir várias vezes pro paredão, o DG foi oito vezes pro paredão, conseguiu chegar na final e ainda assim não foi campeão. É uma história que eu acho muito mais relevante, muito mais participativa do que a do Arthur”, acrescentou a educadora.

“Mas a torcida dele era muito forte e acabou eliminando pessoas que eram muito fortes também, como Lina, como Gustavo, como eu, como Scooby”, concluiu a professora. O ex-Rebelde recebeu direito de réplica e se limitou a dizer que a fala de Jessilane foi “desnecessária”, mas era a opinião dela.

Reencontro Jadré

Outro momento que marcou o especial foi o reencontro de Paulo André e Jade Picon. Logo no primeiro momento, a influenciadora abraçou o atleta e tentou emplacar um beijo. “Olha como você é ridículo. Tá bom, não vai me beijar?”, questionou. “Tu não tá ficando maluca de fazer isso”, respondeu o vice-campeão. Mais tarde, os dois acabaram dando um selinho, mas não passaram disso.

Durante a dinâmica, Jade deixou em aberto a possibilidade do romance continuar. “Estava morrendo de saudades dele, deixei um vídeo gravado, estava fazendo mutirão. É uma pessoa muito especial e, antes de qualquer coisa, ele é um amigo que fez meus dias aqui dentro serem muito leves e divertidos, mas vamos ver qual vai ser o desenrolar da história…”, comentou a ex-sister.

Paulo André concordou que ainda não há nada definido para o casal e reforçou que pretende focar em si mesmo. “Foi o nosso primeiro contato, a gente nem tinha se falado, nem pelo celular. Foi legal reencontrar ela, uma resenha. É difícil falar porque não absorvi quase nada sobre mim. Tinha que organizar tudo sobre mim primeiro, sentar com a minha família, para depois a gente ver o que vai fazer”, declarou.

Edição: Vitor Fernandes
Guilherme Gurgelguilherme.gurgel@bhaz.com.br

Estudante de Jornalismo na Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG). Escreve com foco nas editorias de Cidades e Variedades no BHAZ.

Comentários