Apresentadora Titi Müller denuncia ex-marido por violência física, psicológica e processual

titi muller processa ex-marido
Desde o ano passado, Titi está proibida pela Justiça de citar o nome de Tomás Bertoni e da família dele (Reprodução/Redes sociais)

A jornalista e apresentadora Titi Müller moveu um processo contra o ex-marido, o músico Tomás Bertoni, em que alega ter sido vítima de violência física, psicológica e processual.

Nos autos sigilosos, os quais a GloboNews teve acesso, Tomás confessa as agressões sob a condição de que as informações ficassem em sigilo por 15 anos.

Desde o ano passado, a apresentadora está proibida pela Justiça de citar o nome do ex e da família dele nas redes sociais de modo a “assegurar a imagem e integridade moral” de Tomás, integrante da banda Scalene. Titi tornou o caso público na semana passada durante uma entrevista ao videocast “Desculpa alguma coisa“, do UOL.

“Tem uma liminar que o meu ex-marido pediu para que eu não citasse ele e pessoas da família dele em rede social. Isso é absolutamente inconstitucional, estou sob mordaça”, disse ela em conversa com a jornalista Tati Bernardi, na ocasião. O ex-casal tem um filho de três anos.

Titi e Tomás se pronunciam nas redes

Em nota publicada nas redes sociais, Tomás nega as acusações de violência e chama de “espetacularização” a exposição do caso por parte da imprensa. Ainda no comunicado, o músico afirma ter tentado, por diversas vezes, uma separação amigável com a ex-esposa.

“No processo de separação, comportamentos inadmissíveis por parte de Titi, que foram de chantagens, ameaças e agressões à invasão de propriedade, colocando em risco a integridade física de pessoas próximas, acabaram tornando o caminho judicial o único possível para garantir um meio, no mínimo, pacífico para que a paternidade e maternidade seja exercida em prol da criança e não de curtidas”, diz ele.

Também no Instagram, a assessoria de imprensa de Titi Müller afirma que a apresentadora entrará com um recurso pedindo a derrubada da liminar que a impede de citar o nome de Bertoni nas redes sociais. Segundo a equipe da apresentadora, as violências sofridas por ela tiveram início durante a gravidez, em 2020.

“O receio de que o caso se tornasse público, agravando a já conturbada relação com o pai do seu filho, fez com que ela evitasse a denúncia formal até o limite de suas forças e segurança”, diz anota. Atualmente, Titi possui medidas protetivas contra o ex-marido.

Edição: Roberth Costa
Larissa Reis[email protected]

Graduada em jornalismo pela UFMG (Universidade Federal de Minas Gerais) e repórter do BHAZ desde 2021. Vencedora do 13° Prêmio Jovem Jornalista Fernando Pacheco Jordão, idealizado pelo Instituto Vladimir Herzog. Também participou de reportagem premiada pela CDL/BH em 2022.

SIGA O BHAZ NO INSTAGRAM!

O BHAZ está com uma conta nova no Instagram.

Vem seguir a gente e saber tudo o que rola em BH!