Protótipo de carro inglês possui estrutura de nióbio mineiro

Carro da BAC e CBMM
Carro da BAC tem estrutura de nióbio (Foto: BAC/Divulgação)

A mineira CBMM (Companhia Brasileira de Metalurgia e Mineração), metalúrgica com sede em Araxá e especializada no fornecimento de produtos de Nióbio, participa ativamente do desenvolvimento de um super carro produzido pela Briggs Automotive Company (BAC).

Protótipo da BAC
Protótipo da BAC vai virar carro de série em 2022 (Foto: BAC/Divulgação)

Com sede em Liverpool, a BAC produz o protótipo de um monoposto que pretende ser um dos veículos mais resistentes e leves do mercado, graças justamente ao nióbio mineiro.

E por que o nióbio? Porque se trata de um metal macio, maleável e altamente resistente à corrosão e que melhora as propriedades mecânicas de ligas metálicas. A indústria aeroespacial usa demais este material e agora a automotiva volta suas atenções para ele.

A parceria prevê um projeto exclusivo para a utilização de nióbio na estrutura do novo BAC Mono e promete revolucionar a indústria automotiva global.

Segundo a CBMM, as primeiras provas de conceito realizadas no veículo apontaram uma economia de peso de 18%, percentual acima do objetivo inicial de 15%.  

Estrutura de nióbio
Estrutura de nióbio deixa carro mais leve e resistente 9Foto: BAC/Divulgação)

O Head de Mobilidade da empresa, Pablo Salazar, explica que o uso de ligas metálicas enriquecidas com nióbio no chassi do automóvel foi capaz de reduzir a intensidade de uso de materiais.

“Além de proporcionar um automóvel mais leve, com possibilidade de alcançar maior velocidade em menor tempo, e oferecer melhor resposta de frenagem e mais segurança. Estamos muito satisfeitos com os resultados obtidos”, afirma Salazar.

Com design bastante curioso e mais parece um carro dos filmes de animação, o novo BAC é projetado para oferecer a melhor experiência de direção na estrada e na pista.  Para o Cofundador e Diretor de Desenvolvimento de Produto da BAC, Neill Briggs, o nióbio tem o potencial de ser um elemento revolucionário na indústria automotiva.

“Nossa prova de conceito demonstra exatamente isso: a redução de peso foi notável, da mesma forma que os benefícios adicionais de força e segurança. Estamos muito animados e ansiosos para os próximos estágios de desenvolvimento”, acrescenta.

Condições reais

De acordo com a BAC, a próxima etapa do projeto consiste em realizar testes de performance nos protótipos do veículo final, em condições reais. Na sequência, a montadora inglesa pretende implementar o novo conceito com a tecnologia do nióbio e lançar o novo modelo comercialmente. Mas isso deve acontecer em 2022.

A CBMM expandiu suas experiências no setor automobilístico no mundo das competições. A empresa também firmou parceria com os organizadores do Rali dos Sertões, que acontece em agosto (13 a 22) no Rio Grande do Norte. Está desenvolvendo, junto com a Giaffone Racing, do piloto Felipe Giaffone, dois novos UTVs com aplicação de nióbio.

Nióbio nas competições
CBMM aposta em competições automobilísticas para testar as peças de nióbio (Foto: CBMM/Divulgação)

Um deles terá motor a combustão e vai ser apresentado ainda neste mês de maio. O outro tem motor híbrido (elétrico e a combustão), que vai ser apresentado apenas em agosto. Em 2022 a competição testará veículos totalmente elétricos, também um desenvolvimento da CBMM com a Giaffone.

A parceria com a metalúrgica mineira vai garantir a adoção de tecnologias mais sustentáveis, ampliará o debate sobre o desenvolvimento de novas soluções no segmento automotivo. “O Sertões é o maior rali das Américas e estamos em busca de ser um evento cada vez mais sustentável. Este ano, será uma edição inovadora, com o objetivo de zerarmos o carbono de toda a prova”, salienta o CEO do Sertões, Joaquim Monteiro de Carvalho.

O Sertões 2021 reforçará, a partir deste ano, ações focadas em legado e de promoção ao turismo sustentável em todas as regiões do País. Entre as iniciativas se destaca a neutralização da pegada de carbono do projeto, por meio da plataforma Moss Earth, uma das mais conceituadas neste segmento. A saga também contará com duas novas categorias: uma para carros híbridos e outra para veículos movidos a etanol.

Prova 100% potiguar

O ponto de partida da 29ª edição do Sertões está definido: a paradisíaca Praia da Pipa, localizada a 85 quilômetros de Natal (RN). Será mais um dos eventos oficiais para comemorar os 520 anos do Estado.

Na história do Sertões, o estado potiguar já recebeu por sete vezes a chegada do rali, tendo a capital Natal como destino nos três primeiros anos do evento – de 1993 a 1995 -, depois em 1997 e 1998; e novamente em 2008 e 2009.

Outro fato inédito da edição deste ano é um roteiro 100% nordestino, tendo como mote o tema “Sertões 100% Sertão” e vai reunir os melhores trechos especiais da região. A prova, genuinamente sertaneja, terá como cenário principal a caatinga, o único bioma 100% brasileiro.

A direção técnica adianta que o objetivo é encantar os competidores em termos de belezas naturais, nível técnico e com a missão de realizar ao menos 60% de trechos cronometrados.

O Sertões 2021 vai ser disputado em 10 dias de prova (prólogo + nove etapas). A organização manterá os protocolos de segurança de Covid 19 e a ideia é adotar o formato semi-bolha, garantindo o acesso controlado do público local às Vilas Sertões.

Acesse: www.aceleraai.com.br

Acelera Ai
Acelera Airedacao@aceleraai.com.br

Jornalistas Eduardo Aquino e Luís Otávio Pires são os editores do site Acelera Aí e da seção veículos do portal Bhaz

Comentários