Zema não assina carta de governadores que repudia declarações de Bolsonaro: ‘Pelo bom relacionamento’

Zema não assinou, pois diz prezar "pelo bom relacionamento entre os poderes"
Zema não assinou, pois diz prezar “pelo bom relacionamento entre os poderes” (Isac Nóbrega/Agência Brasil)

O governador de Minas Gerais, Romeu Zema (Novo), não assinou uma carta na qual governadores de 20 estados criticam os posicionamentos recentes do presidente Jair Bolsonaro (sem partido). Ele alega prezar pelo “bom relacionamento entre os poderes” (veja abaixo).

O documento, divulgado neste domingo (19), é definido como “Carta aberta à sociedade brasileira em defesa da democracia”. Esta é a segunda vez que o governador de Minas não assina uma carta com o objetivo de evitar um confronto com o presidente Bolsonaro.

+ Zema não assina carta dos governadores para evitar confronto com Bolsonaro: ‘Momento de união’

O texto assinado por João Doria, Flávio Dino, Wilson Witzel entre outros mandatários, apoia os presidentes da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, e do Senado, David Alcolumbre, ambos do DEM.

Os políticos agradecem os presidentes das casas citadas por demonstrarem apoio com relação às medidas tomadas por Estados e municípios na luta contra a Covid-19. Veja a carta na íntegra abaixo.

“Nossa ação nos Estados, no Distrito Federal e nos Municípios tem sido pautada pelos indicativos da ciência, por orientações de profissionais da saúde e pela experiência de países que já enfrentaram etapas mais duras da pandemia”, diz trecho do documento.

A carta é finalizada ressaltando que “a saúde e a vida do povo brasileiro devem estar muito acima de interesses políticos, em especial nesse momento de crise”.

Governo explica

Procurado pelo BHAZ, o Governo de Minas informou que Zema não assinou a carta pois “preza pelo bom relacionamento entre os poderes”.

“Para o governador de Minas, esse é o momento de união nacional em prol de todos os brasileiros. Por esse motivo, ele não se vê em posição de discutir o relacionamento entre o presidente da República e o presidente da Câmara de Deputados”, diz trecho da nota que pode ser lida na íntegra abaixo.

Nota do Governo de Minas na íntegra:

“O governador Romeu Zema informa que não assinou a carta referendada por outros chefes de Executivos estaduais no dia 18 de abril, no âmbito do Fórum de Governadores. Romeu Zema preza pelo bom relacionamento entre os poderes. Prova disso é a construção de pontes em Minas Gerais com os chefes de poderes por meio de uma relação amistosa, republicana e respeitosa. Para o governador de Minas, esse é o momento de união nacional em prol de todos os brasileiros. Por esse motivo, ele não se vê em posição de discutir o relacionamento entre o presidente da República e o presidente da Câmara de Deputados”.

Vitor Fórneas
Vitor Fórneasvitor.forneas@bhaz.com.br

Repórter do BHAZ desde maio de 2017. Jornalista graduado pelo UniBH (Centro Universitário de Belo Horizonte) e com atuação focada nas editorias de Cidades e Política. Teve reportagens agraciadas pelo prêmio CDL.