Home Notícias BH Após 300 dias de trabalho sem parar, bombeiros encontram corpo em Brumadinho

Após 300 dias de trabalho sem parar, bombeiros encontram corpo em Brumadinho

O Corpo de Bombeiros encontrou na manhã desta quarta-feira (20) o corpo de uma das vítimas do rompimento da barragem do Córrego do Feijão, em Brumadinho. Depois de 300 dias ininterruptos de busca, o número de desaparecidos pode ser reduzido para 15 após a identificação da vítima.

O corpo encontrado está praticamente inteiro, o que leva os bombeiros a acreditarem que se trata de uma nova identificação. Ainda não é possível determinar o sexo ou a idade da vítima, devido ao estado de composição do corpo.

Local onde o corpo foi encontrado nesta quarta-feira (CBMMG/Divulgação)

A localização foi feita na área de busca denominada Barreira Hidráulica 1, a 5,5 km de distância da barragem B1. Desde o rompimento da barragem, no dia 25 de janeiro, os bombeiros já encontraram 253 vítimas e ainda restam 16 pessoas desaparecidas. Caso o novo corpo encontrado seja uma nova identificação, os números passarão para 254 e 15.

Nesta quarta-feira, a “Operação Brumadinho” conta com 101 bombeiros militares, dois cães e 176 maquinários nas 20 frentes de trabalho espalhadas pela área.

254 vítimas

Já são 254 vítimas encontradas pelo Corpo de Bombeiros desde o rompimento da barragem da Vale na cidade da região metropolitana, em janeiro deste ano. Na última semana, dois homens foram identificados pela Polícia Civil: o eletricista Aroldo Ferreira de Oliveira e auxiliar de sondagem Miraceibel Rosa.

+ Eletricista é identificado e 16 pessoas seguem desaparecidas em Brumadinho

Ainda em fevereiro deste ano, a filha de Aroldo concedeu entrevista para a BBC. Na ocasião, a jovem contou que o pai estava em um contêiner em uma das partes mais baixas da Mina Córrego do Feijão quando o rompimento ocorreu. “Ele estava em uma área mais funda do terreno. Acho que só vão encontrá-lo se ficarem o tempo que for preciso para achar todo mundo”, disse.

+ Polícia identifica mais uma vítima em Brumadinho após 293 dias de busca

Comentários