Home NotíciasBHCoronavírus faz poluição diminuir em BH e no mundo

Coronavírus faz poluição diminuir em BH e no mundo

redução da poluição durante ao confinamento social

Com a maioria da população mundial confinada devido ao avanço da pandemia de Covid-19, as emissões de gases de efeito estufa caíram consideravelmente em todo o mundo.

A menor circulação de carro, a redução da atividade industrial e também o cancelamento de voos, ajudaram no declínio nos níveis de poluição do ar e também mudaram cenários.

Em Belo Horizonte, a Praça Sete, no Centro da capital, que antes passavam milhares de carros, nos últimos dias está praticamente deserta.

+Pandemia de Covid-19 deixa Praça Sete ‘deserta’ e traz cenário de cidade fantasma a BH

E já tem internauta perguntando se o frio que chegou em BH, é devido a diminuição da poluição.

Impacto no mundo

Na China, uma pesquisa mostrou melhora de 21,5% na qualidade do ar. Marshall Burke da Universidade Stanford calcula que, apesar das mortes por coronavírus no pais, a paralisação das fábricas e do trânsito no país pode ter salvo entre 50.000 e 75.000 pessoas que poderiam falecer de forma prematura por causa da poluição.

Em Veneza, os moradores registraram pela primeira vez em muitos anos as águas cristalinas dos canais. Peixes foram flagrados nadando por ali.

Nasa mostra queda

Segundo a Nasa, imagens de satélite mostram níveis decrescentes de dióxido de nitrogênio este ano, na China. Isso ocorre em meio a um declínio recorde na atividade industrial no país, uma vez que as fábricas interrompem suas atividades numa tentativa de conter o coronavírus.

Nasa/Divulgação

De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), cerca de 91% da população mundial vive em locais em que a qualidade do ar está abaixo do recomendado – globalmente esta condição levaria a cerca de 4,2 milhões de mortes prematuras por ano, em uma estatística de 2016.

Marcela Gonzaga

Marcela Gonzaga

Editora do BHAZ desde fevereiro de 2020. Jornalista graduada pela Newton Paiva. Trabalhou como produtora de TV e chefe de produção durante 14 anos, com passagens pela RecordTV, Rede Minas, RedeTV!, TV TRT-MG e TV TJMG.

Comentários