Carol Solberg leva advertência do STJD após ‘Fora Bolsonaro’

Montagem com fotos de Carol Solberg
Atleta gritou ‘Fora Bolsonaro’ depois de uma partida durante uma entrevista para um canal de TV. (Reprodução/Redes sociais + Reprodução/SporTV)

A jogadora de vôlei de praia Carol Solberg foi advertida pelo STJD (Superior Tribunal de Justiça Desportiva) nesta terça-feira (13). O julgamento aconteceu depois de Carol dizer “Fora Bolsonaro” durante uma entrevista para TV ao fim de uma partida (relembre o caso aqui).

Segundo o site Uol, ela foi condenada por três votos a dois, com base no artigo 191 do Código Brasileiro de Justiça Desportiva, por descumprir regulamento com multa convertida em advertência.

Por isso, a jogadora não pode voltar a se manifestar politicamente na quadra de jogo. “Foi um puxão de orelha, uma advertência. Se ela repetir, pode ser puída de uma forma pior” contou o presidente do STJD ao Uol. A jogadora corria o risco de ser punida com multa em dinheiro e até ser afastada de alguns jogos.

Repercussão

Antes do julgamento, Carol usou as redes sociais para se manifestar sobre o o ocorrido. “Não feri ou desrespeitei nenhuma lei. Mas ainda assim, posso ser punida e prejudicada”, diz trecho da publicação.

Na internet, famosos e torcedores compartilharam sua opinião sobre o caso. Veja algumas abaixo:

Edição: Roberth Costa
Camila Saraiva
Camila Saraivacamila.saraiva@bhaz.com.br

Jornalista formada pela PUC-Minas em 2015. Pós-graduada em Jornalismo em Ambientes Digitais pelo Centro Universitário UniBH em 2019.

Comentários