Belo Horizonte tem festival de brunch com cerveja em seis restaurantes queridinhos

brunch
Uluru Café é um dos restarurantes participantes do festival de brunch (Reprodução/@uluru.cafe/Instagram)

Já ouviu falar em festival de brunch? A novidade chega em Belo Horizonte a partir da próxima sexta-feira (24) e promete reunir as melhores lanchonetes de brunch de BH, do Rio de Janeiro e de São Paulo. Ao todo, seis estabelecimentos irão participar do evento na capital mineira, que ganhou o nome de “Brunch Gaarden”. Os pratos serão harmonizadas com cervejas da Hoegaarden.

As casas participantes em Belo Horizonte são a Uluru Café, o Jardim Restô Bar, a Casa Bonomi, a Zuzunely, o Grande Hotel Ronaldo Fraga e o Manju. Os estabelecimentos oferecerão pratos exclusivos, em opção à la carte. Ao pedir um dos itens do cardápio, os clientes ganharão uma cerveja ou um coquetel feito com a cerveja de trigo como drinque de boas vindas.

O festival irá até o dia 10 de julho em todas as lanchonetes, restaurantes e cafeterias participantes. Contando com as casas nas cidades carioca e paulista, serão 35 estabelecimentos participando do evento. Os pratos, que vão de avocado toast, ovo beneditino à shakshuka, variam de R$ 16 a R$ 65.

Brindes

Aqueles que participarem do circuito ainda levarão de brinde um guia impresso com os restaurantes participantes de cada capital e um porta-copo exclusivo do evento, criado pelo artista mineiro Gustavo Gontijo. O objetivo da Hoegaarden com esse festival é insipirar as pessoas a saírem do óbvio na rotina e buscar novas experiências.

“Para nós, promover o primeiro circuito Brunch Gaarden no Brasil tem sido indescritível. A prática do brunch, que já é consolidada fora do país, agora se torna referência ao lado de Hoegaarden e o lifestyle naturalmente diferente que a marca carrega”, diz Louis Millard, Gerente de Marketing da Hoegaarden Brasil.

Sobre as casas participantes do circuito em BH

Casa Bonomi: Sob o comando da padeira Paula Bonomi, são produzidos diversos tipos de pão, dos mais rústicos até os folhados delicados. A padaria ocupa um casarão com grandes janelas, erguido em 1902. O cenário é encantador.

Grande Hotel Ronaldo Fraga: Apesar do nome “hotel”, este é um ponto cultural que funciona como misto de loja, bistrô e galeria de arte. Idealizado pelo estilista Ronaldo Fraga, o espaço está instalado em um casarão centenário com cardápio aos comandos do chef Afrânio Apolinário.

Manju: Com proposta natural e sustentável, o restaurante está instalado no espaço colaborativo Casa 96, no Sion. Comandado por Júlia Furtado e Amanda Malta, o lugar serve receitas que privilegiam insumos orgânicos.

O Jardim Restô Bar: Um refúgio em meio à agitação da capital mineira. No espaço com pé-direito alto e muitas plantas, o chef Caio Soter serve receitas descomplicadas, que valorizam as tradições e os ingredientes locais.

Uluru Café: O casal Luiza Pimentel e André Carvalho estão à frente desse misto de café e restaurante que hoje tem quatro endereços na capital (em Lourdes, Funcionários, Vila da Serra e no Boulevard Shopping, escolhido para sediar o circuito). Conhecido pelo saboroso brunch, ambiente é charmoso e por oferecerem opções veganas.

Zuzunely: A chef Bruna Haddad está à frente do negócio, desde a concepção até a  execução das receitas. Em seu cardápio, ela lembra e homenageia as matriarcas mineiras – entre elas, as suas avós, Zulmira e Nely, que batizam o restaurante.

Anota aí:

Brunch Gaarden

Data: 24/6 a 10/7

Horário: de acordo com o horário de funcionamento de cada estabelecimento.

Edição: Roberth Costa
Andreza Mirandaandreza.miranda@bhaz.com.br

Estudante de Jornalismo na Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG).

Comentários