Pesquisar
Close this search box.

Em meio à tragédia no Rio Grande do Sul, arroz e feijão ficam mais caros em BH

Por

supermercado
Arroz registra alta de até 21% nos supermercados; orientação é para o consumidor ter calma e pesquisar preços (Marcelo Camargo/Agência Brasil)

Moradores de Belo Horizonte já sentem o efeito no bolso após as fortes chuvas atingirem o Rio Grande do Sul. Isso porque o estado gaúcho é o maior produtor de arroz e um dos quatro maiores produtores de grãos de soja. Então, alguns produtos considerados básicos, como arroz, feijão e óleo de soja ficaram mais caros, de acordo com o último levantamento do MercadoMineiro realizado em parceria com o aplicativo comOferta divulgado hoje (20).

O arroz Carrijo tipo 1 de 5kg ficou 21% mais caro, passando de R$19,13 para R$23,21. O arroz Alegrete de 5kg subiu 9%, passando de R$22,11 para R$24,71. E o arroz BH de 5kg registrou alta de 18,53%, passando de R$17,18 para R$20,36.

Marcas de feijão carioca também encareceram. O feijão Dona Dê 1kg subiu 6,55%, passando de R$4,49 para R$4,78. O da marca Codil ficou 5,65% mais caro e agora chega a R$7,81. Já o Feijão Carioca Xap 1Kg subiu de R$4,26 para R$4,40, com uma alta de 3,40%.

O Óleo de Soja Veleiro 900ML teve aumento de 5,75%, passando de R$4,49 para R$4,75. E o mesmo produto da marca ABC subiu de R$4,46 para R$4,65, com um aumento de 4,35%.

A pesquisa ocorreu em 9 supermercados da capital mineira entre os dias 15 e 17 de maio. De acordo com Feliciano Abreu, especialista do Mercado Mineiro, esse é um momento em que os consumidores precisam ter calma.

“Se a gente estocar muito e não pesquisar preços [dos produtos], a gente vai gerar uma demanda muito forte e, com isso, os preços tendem a aumentar ainda mais. Como não vai faltar arroz, como já foi anunciando, então é necessário o consumidor ter mais calma e pesquisar bastante”, afirmou.

João Lages

Repórter no BHAZ desde setembro de 2023. Jornalista com 4 anos de experiência em veículos de comunicação. Fez cobertura de casos que têm relevância nacional e internacional. Com passagem pela RecordTV Minas, também foi produtor e editor de textos na Record News.

Mais lidas do dia

Leia mais

Acompanhe com o BHAZ