Assaltantes invadem loja em Betim e levam mais de R$ 30 mil em mercadorias: ‘Tiraram meu sonho’

assalto loja de roupas
Sirlene Ferreira, dona da loja há três anos, não sabe o que fazer para arcar com tanto prejuízo e pede ajuda (Reprodução/Redes sociais)

A dona de uma loja de roupas de Betim, na Grande BH, levou um susto ao entrar no estabelecimento na manhã de ontem (10) e se deparar com todas as prateleiras vazias. Durante a madrugada desse domingo, um casal de assaltantes invadiu o estabelecimento, localizado no bairro São Luiz, e levou mais de R$ 30 mil em mercadorias.

Sirlene Ferreira é proprietária do negócio há três anos e essa era a sua única fonte de renda. Segundo a filha dela, Fernanda Ferreira, a mãe não sabe o que fazer para arcar com tanto prejuízo. “A gente não sabe nem por onde começar agora, porque levaram tudo, até os estoques que ela tinha. Vamos ter que começar tudo do zero”, disse ao BHAZ.

Em um vídeo gravado por amigos da família, a comerciante, desesperada, lamenta a perda. “Tiraram minha vida, tiraram meu sonho. Como eu vou fazer para repor tudo agora?”, diz em um trecho.

Para reerguer o negócio, Sirlene agora conta com a solidariedade: quem puder ajudá-la, pode contribuir com qualquer valor por meio do PIX (31) 9 8555-7104. “Toda ajuda é bem-vinda nesse momento, a gente não tem noção do que vai fazer ainda”, lamenta a filha.

Região vem sendo alvo de assaltos

Câmeras de segurança da Rua Simonésia flagraram o momento em que a dupla, em um Uno branco, estaciona na porta da frente da loja. O veículo para na calçada e, em menos de três minutos, o casal entra no estabelecimento e começa a retirar as mercadorias.

Segundo Fernanda, essa não é a primeira vez que o bairro São Luiz é alvo de criminosos. “Na loja da minha mãe é a primeira vez que acontece, mas as lojas vizinhas já foram assaltadas algumas vezes. Uma delas foi furtada há menos de um mês”, contou.

Ainda ontem, a família fez um boletim de ocorrência para que providências sejam tomadas. O BHAZ entrou em contato com a Polícia Civil para saber o andamento das investigações, mas até a publicação da matéria não teve um retorno.

Edição: Roberth Costa
Larissa Reis
Larissa Reislarissa.reis@bhaz.com.br

Estudante de Jornalismo na Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG).

Comentários