BH tem 11 novos radares de fiscalização em funcionamento; veja endereços

Radar
Equipamentos identificam avanço de semáforo e detectam tráfego de caminhões em locais proibidos (Breno Pataro/PBH)

Quem circula de carro, moto e caminhão em Belo Horizonte deve ficar ainda mais atento: desde segunda-feira (7), já funcionam 11 novos radares de fiscalização eletrônica em diferentes regiões da capital mineira.

De acordo com a BHTrans (Empresa de Transportes e Trânsito de Belo Horizonte), os equipamentos identificam o avanço de semáforo (DAS) e também detectam o tráfego de caminhões em locais proibidos (DTLP).

“O objetivo é propiciar melhores condições de segurança aos motoristas, pedestres, motociclistas e ciclistas”, justifica a BHTrans. Ainda conforme o órgão, os radares foram instalados em áreas críticas quanto ao risco de acidentes.

Confira onde estão os 11 novos radares em BH:

Endereço de instalaçãoSentidoTipo
Av. Otacílio Negrão de Lima, Nº 1.064São Luiz/AeroportoDTLP
Av. Otacílio Negrão de Lima com Rua Mussi Elias AbuidBandeirantes/BraúnasDTLP
Av. Afonso Pena com Rua dos TamóiosMangabeiras/CentroDAS + DTLP
Av. Augusto de Lima com Rua ParacatuBairro/CentroDAS + DTLP
Rua Paracatu com Av. Augusto de LimaBarro Preto/Santo AgostinhoDAS + DTLP
Av. Bias Fortes com Rua dos GoitacazesBarro Preto/LourdesDAS + DTLP
Av. Brasil com Av. Francisco SalesSanta Efigênia/SavassiDAS + DTLP
Rua dos Tupinambás com Av. Olegário MacielAv. do Contorno/Av. ParanáDAS + DTLP
Av. Olegário Maciel com Rua dos TupinambásLagoinha/Barro PretoDAS + DTLP
Rua dos Tamoios com Av. Olegário MacielAv. do Contorno/Av. ParanáDAS + DTLP
Av. Francisco Sales com Av. Bernardo MonteiroFloresta/Santa EfigêniaDAS + DTLP

O mapa com todos os radares em funcionamento em BH pode ser acessado aqui. Já neste link, está a lista completa dos equipamentos de fiscalização eletrônica na capital mineira.

Ainda segundo a BHTrans, o objetivo dos equipamentos do tipo DAS, que detectam avanços de semáforo, é “contribuir efetivamente para redução do número de acidentes e preservar vidas, sobretudo nos casos de atropelamentos”.

Já a funcionalidade DTLP visa fiscalizar e garantir o cumprimento das regras e horários para o tráfego de veículos de carga na cidade. Para casos excepcionais de veículos especiais, que ultrapassem a capacidade e horários estabelecidos, a BHTrans pode emitir uma Autorização Especial Para Trânsito de Veículo.

Fiscalização e mortalidade

O órgão ainda reforça que os radares e outros equipamentos de fiscalização contribuíram para a diminuição da mortalidade no trânsito de BH, mesmo com o aumento expressivo do número de veículos na cidade.

Segundo a BHTrans, entre 1999 e 2020, a frota de veículos licenciados mais que triplicou, passando de pouco mais de 655 mil em 1999 para mais de 2,2 milhões de veículos em 2020. 

Por outro lado, a taxa de mortalidade, que representa o número de mortes para cada 10 mil veículos, caiu: o número era de aproximadamente 5,98 em 1999 e passou para 0,51 em 2019.

Edição: Vitor Fernandes
Sofia Leãosofia.leao@bhaz.com.br

Repórter do BHAZ desde 2019 e graduanda em jornalismo pela UFMG (Universidade Federal de Minas Gerais). Participou de reportagens premiadas pelo Prêmio Cláudio Weber Abramo de Jornalismo de Dados, pela CDL/BH e pelo Prêmio Sebrae de Jornalismo em 2021.

Comentários