Pesquisar
Close this search box.

Contagem decreta estado de emergência após registrar 14 mortes de crianças por doenças respiratórias

Por

alta doenças respiratórias crianças contagem
Contagem registrou mais do que o dobro de atendimentos às crianças com doenças respiratórias (Luci Salum/PMC)

A Prefeitura de Contagem decretou estado de emergência nesta sexta-feira (17) em decorrência do aumento de registros de doenças respiratórias em crianças. De acordo com a prefeitura, entre dezembro do ano passado e abril de 2024, o número de atendimentos cresceu 136,9%. Até o último dia 4, o município registrou 14 mortes.

Com o decreto, a cidade consegue prover de maneira mais urgente medidas para melhorar o atendimento. Isso envolve ampliação de profissionais da saúde, mais insumos, medicamentos, apoio diagnóstico e equipamentos necessários.

“Hoje nós gastamos cerca de R$1 bilhão no orçamento da saúde e situações como esta não estão previstas nele, são extraordinárias. Neste caso, a previsão é gastar em média R$ 5 milhões. Existe uma portaria do Ministério da Saúde para esta emergência, mas não existe o quanto de apoio financeiro o município receberá”, explica a prefeita Marília Campos.

O número de atendimentos em UPAs e do Centro Materno Infantil subiu de 5.094 para 12.068 nos últimos 5 meses. Isso significa alta de 136,9%.

Dados também apontam que há uma aceleração expressiva no número de casos notificados de Síndrome Gripal (SG) e Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) em crianças nos meses de janeiro e abril de 2024. Os aumentos são de 347,8% de SG e 320% de SRAG.

Até o dia 4 de maio, foram notificados 5.238 casos de Síndrome Gripal e 350 casos de Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG), com identificação de vírus respiratórios. No mesmo período, há o registro de 14 óbitos por SRAG.

“Queremos criar estratégias para que o funcionamento normal dos nossos equipamentos não seja afetado devido à grande demanda, para não ter nenhuma crise no sistema de saúde. São ações antecipadas diante do grave cenário que se apresenta, com bebês e crianças precisando de mais internações devido à SRAG”, disse o secretário municipal de Saúde Fabrício Simões.

Medidas no combate a síndromes gripais

A partir de hoje (17), a Unidade de Apoio Pediátrico da Atenção Primária começa a funcionar para receber os pacientes encaminhados pelo Centro Materno Infantil (CMI).

O endereço da UPA infantil fica na rua Trajano de Araújo Viana, 102 – Cinco. O funcionamento é de segunda a sexta-feira, das 7h às 19h. A unidade receberá somente os pacientes encaminhados pelo CMI ou pelas UPAs.

A prefeitura de Contagem também determinou as seguintes medidas para combater o avanço das síndromes gripais:

  •  Abertura da unidade de apoio pediátrico no CMI. 
  • Abertura, em breve, de um ambulatório na região do Nacional. 
  • Organização da agenda dos profissionais da equipe de saúde da família, incluindo pediatras, em caso de aumento da demanda. 
  • Atendimento em 16 UBSs com horário estendido até as 19h, além das demais com horário normal. 
  • Ampliação de dez leitos de UTI pediátrica; 
  • Ampliação de 26 leitos de enfermaria pediátrica. 
  • Reforço nas UPAs, tanto para atendimento pediátrico quanto para adultos. 

João Lages

Repórter no BHAZ desde setembro de 2023. Jornalista com 4 anos de experiência em veículos de comunicação. Fez cobertura de casos que têm relevância nacional e internacional. Com passagem pela RecordTV Minas, também foi produtor e editor de textos na Record News.

Mais lidas do dia

Leia mais

Acompanhe com o BHAZ