Rio Grande do Sul deve registrar mais chuva de ‘grande perigo’ nesta semana

rio grande do sul lista morto desaparecidos
Temporais deixam rastro de destruição pelo estado (Instituto Nacional de Meteorologia) classificou o nível das tempestades como de “grande perigo” (Arquivo pessoal)

Mais de 50 cidades da faixa Sul do Rio Grande do Sul estão sob alerta de chuvas fortes até esta terça-feira (7), em diferentes níveis. Em sete municípios, o Inmet (Instituto Nacional de Meteorologia) classificou o nível das tempestades como de “grande perigo”.

Em Arroio Grande, Chuí, Herval, Jaguarão, Pedras Altas, Rio Grande e Santa Vitória do Palmar a previsão é de chuva maior que 100 milímetros por dia, com ventos superiores a 100 km/h, além de queda de granizo.

Em função da tempestade severa, é grande risco, nessas cidades, de danos em edificações, corte de energia elétrica, estragos em plantações, queda de árvores, alagamentos e transtornos no transporte rodoviário.

Mais de 80 pessoas morreram por causa das chuvas

Novo balanço divulgado pela Defesa Civil do estado revela que 83 pessoas morreram e outras 291 ficaram feridas em decorrência das chuvas que atingem os 364 municípios do Rio Grande do Sul. Ao todo, 20.070 estão desabrigadas e outras 129.279 estão desalojadas.

A Secretaria do Meio Ambiente e Infraestrutura do Estado do Rio Grande do Sul (Sema/RS) tem atualizado de hora em hora o nível do Lago Guaíba. Às 9h, desta segunda-feira (6), o nível das águas estava em 5,29 m, em Porto Alegre, capital do estado.

O registro mostra a queda de 2 centímetros do maior nível do Guaíba da história, quando atingiu, nesse domingo (5), 5,31 m de profundidade às 16h. A medição foi feita por régua automática da secretaria.

O governo do Estado também tem monitorado, em parceria com a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) e do Operador Nacional do Sistema (ONS), a situação das demais barragens gaúchas.

Com Agência Brasil

Larissa Reis[email protected]

Graduada em jornalismo pela UFMG (Universidade Federal de Minas Gerais) e repórter do BHAZ desde 2021. Vencedora do 13° Prêmio Jovem Jornalista Fernando Pacheco Jordão, idealizado pelo Instituto Vladimir Herzog. Também participou de reportagem premiada pela CDL/BH em 2022.

SIGA O BHAZ NO INSTAGRAM!

O BHAZ está com uma conta nova no Instagram.

Vem seguir a gente e saber tudo o que rola em BH!