Copa do Brasil: Galo volta a vencer o Flamengo e garante vantagem de um gol

galo flamengo futebol
As equipes fizeram um jogo intenso no Mineirão (Pedro Souza/Atlético)

Após vencer o Flamengo no último domingo (19) pelo Campeonato Brasileiro, o Galo voltou a superar o clube carioca pelas oitavas de final da Copa do Brasil. Hulk e Ademir marcaram para o alvinegro e Lázaro descontou para o rubro-negro no final da partida. O jogo ocorreu nesta noite de quarta-feira (22) diante de 53.953 mil pessoas no Mineirão, em Belo Horizonte.

Os clubes só decidem a vaga para as quartas de final no jogo de volta em julho, na quarta-feira (13), no Maracanã, no Rio de Janeiro.

Que gol foi esse?!

Logo no início do jogo, aos 6 minutos, o time da casa saiu na frente na disputa pela vaga nas quartas de final. Mariano lançou Hulk e o artilheiro tocou muito bem de cobertura, da entrada da área, sem chances para o goleiro Diego Alves, ex-goleiro do Atlético.

Flamengo tenta

Mesmo com o gol sofrido, o time carioca tentou não se abalar e foi “correr atrás do prejuízo”. Além disso, o Atlético parecia administrar a vantagem e chamou o Flamengo para seu campo.

Aos 11, Andreas Pereira dominou na entrada da área e chutou bem, para boa espalmada de Everson. No minuto seguinte, a cabeçada de Pablo saiu pela linha de fundo. Pouco depois, aos 20, Andreas cobrou falta, a bola bateu na barreira e voltou para ele. No novo chute, a bola desviou e saiu.

‘Faltoso’

Porém, o jogo diminuiu a movimentação inicial e ficou mais “pegado”, com faltas, erros de passe e poucas chances boas de ataque. Só no 1T, foram quatro cartões amarelos: Everton Ribeiro, Andreas Pereira, Pablo, do Flamengo, além de Ademir, do Galo.

Mais um

Na volta para o 2T, o Galo fez outro gol no início e ficou mais confortável com a vantagem no duelo. Em contra-ataque rápido, Hulk conseguiu se livrar da marcação e cruzou muito bem para Ademir. O atacante cabeceou sozinho para as redes, em mais uma falha da defesa do Flamengo, que não acompanhou a jogada.

Salva, Diego

Por pouco, não veio o segundo aos 23, quando Hulk cruzou rasteiro para a área e Nacho chutou forte. Diego Alves defendeu e evitou o pior para o Flamengo. Apenas 6 minutos depois, Allan pegou a sobra na entrada da área e chutou bem, para outra intervenção do goleiro.

Flamengo diminui

Mesmo com menos chances no jogo, o rubro-negro conseguiu balançar as redes na marca dos 34 do 2T. Rodinei cruzou para Lázaro, que tocou direto para as redes: 2 a 1 no Mineirão.

O time voltou a chegar bem aos 45 com o chute de Ayrton Lucas e a bola foi pela linha de fundo. O Galo respondeu aos 47 com o chute de Calebe que foi no cantinho, mas bateu na trave. Pouco depois, fim de papo: alvinegro com a vantagem – mas com a sensação de que ela poderia ter sido maior.

Edição: Roberth Costa
Beatriz Kalil Otherobeatriz.othero@bhaz.com.br

Graduanda em jornalismo pela UFMG e fascinada por futebol, dentro e fora das quatro linhas. Cobre esportes para o BHAZ. Participou de reportagens premiadas pela CDL/BH em 2021 e 2022. Também produziu reportagens premiadas pela Rede de Rádios Universitárias do Brasil em 2020.

Comentários