Empresário de Luva de Pedreiro chora e se defende em vídeo; Leo Dias divulga áudio de Iran preocupado

allan jesus iran ferreira luva de pedreiro
O empresário se defendeu e disse que contratou uma auditoria fiscal (Reprodução/Instagram/@allanjesus)

Após publicar uma nota oficial sobre as polêmicas do caso Luva de Pedreiro, o empresário Allan Jesus se pronunciou por meio de um vídeo na tarde de ontem (23). Jesus afirmou que há uma terceira conta bancária que receberá cerca de R$ 2 milhões, valor correspondente ao dinheiro de patrocinadores. A coluna de Leo Dias publicou hoje (24) um áudio atribuído ao influenciador Iran Ferreira, onde ele desabafa sobre a relação com Allan.

Ao contar sua versão sobre os acontecimentos relacionados a Ferreira, o empresário chegou a chorar em alguns momentos do vídeo. Na última semana, informações reveladas pela coluna de Leo Dias provocaram desconfiança e protesto de milhares de seguidores de Iran contra o empresário Allan Jesus.

Para se ter uma ideia, segundo o jornalista, mesmo com a fama alcançada, as duas contas bancárias do baiano teriam saldos muito baixos. Além disso, Allan teria recusado uma parceria com a Nike e uma ação da Unilever que poderia reunir Iran Ferreira e Cristiano Ronaldo.

Áudio de Iran

Já na tarde de hoje (24), a coluna de Leo Dias publicou um áudio atribuído a Iran Ferreira. No registro, ele parece preocupado e desabafa sobre a relação com o empresário: “Esses negócios do vídeo, ele tá aqui dentro de casa, dentro da minha casa. Ele tá aqui, aí ele vai desconfiar de alguma coisa. Por isso que eu tô tentando [não falar muito]. Nada tá acontecendo pra ele, tá entendendo? Ficar na manha [sem falar do assunto]”.

Casa

Ainda de acordo com Leo Dias, Iran continua morando na mesma casa humilde, no interior baiano. Sobre o assunto, no vídeo, Allan Jesus alegou ter contratado a arquiteta Leila Dionizios em abril deste ano para promover a reforma do local. Segundo ele, o projeto já estaria concluído, e durante o andamento das obras, Iran estaria vivendo no Rio de Janeiro de maneira temporária.

“Estamos negociando com uma marca global em que estava sendo acordada a construção dessa nova casa do Iran, bem como todas as melhorias do imóvel. O projeto ficou pronto, a profissional vai se pronunciar também. O Iran tinha conhecimento, os pais também”, alegou o empresário.

Pagamentos

Em relação à terceira conta conta bancária, Allan disse que nenhum pagamento foi feito ao cliente ainda. “O Iran tem duas contas de pessoa física e tem conhecimento de uma terceira conta de pessoa jurídica a qual ele é sócio. Essa conta foi criada esse ano. Todos os nossos contratos estão com essa conta para recebimento para que toda a transparência seja possível. Essa conta não teve nenhum recebimento”, afirmou.

“Nossos contratos de publicidade somam aproximadamente R$ 2 milhões e nenhum pagamento foi feito. Todos os pagamentos serão feitos a partir de julho de 2022”, completou Jesus.

‘Entrego para a Justiça Divina’

Além disso, Allan disse que contratou uma auditoria para periciar “documentação, contrato, recibo e notas fiscais do que foi investido” no processo. Segundo ele, foram gastos cerca de R$ 200 mil para investir “em despesas do projeto e despesas pessoais do Iran”.

Por fim, o empresário se defendeu e alegou ter profissionalismo: “Se for provado que eu surrupiei um real do Iran, que eu arque com todas as consequências e pague por esses atos. Uma vez que estou pautado na verdade, tenho um nome a zelar e trabalho nesse meio há muitos anos com clientes e parceiros. Também tenho família, sou pai de família e sou filho”.

“Entrego para a Justiça Divina e dos homens, para que tudo se resolva da melhor maneira possível. Quero deixar claro que quando a auditoria ficar pronta, eu vou provar por todos os meios as regularidades dos meus atos, as minhas contas e a minha dignidade”, prometeu Allan Jesus.

Luva e Cristiano Ronaldo

Ainda segundo informado nesta semana pela coluna de Leo Dias, a Unilever, terceira maior empresa de bens de consumo do mundo, tentou contar com o Luva de Pedreiro para uma campanha da Clear Men. A marca de shampoo também é divulgada por Cristiano Ronaldo, do Manchester United. Porém, assim como a Nike, o empresário Allan Jesus também teria recusado essa proposta.

“Era unânime no mercado a prepotência dele no trato com as marcas”, revelou uma das fontes à coluna de Leo Dias. Vale lembrar que o filho do jogador português é um dos fãs do influenciador e já até “imitou” o Luva de Pedreiro. Assista à brincadeira do jovem Cristiano Ronaldo Jr.:

Compra de imóveis às pressas

De acordo com informações divulgadas pelo SBT News, no início deste mês, o empresário Allan Jesus tentou comprar quatro imóveis avaliados em R$ 800 mil em um bairro nobre do Rio de Janeiro, além de outro no custo de R$ 8 milhões, localizado no Condomínio Alphaville, na capital carioca.

Os prints de conversas revelam uma urgência de Allan para adquirir os imóveis. Mesmo sem ter visitado o local, ele chegou a solicitar aos corretores um pagamento à vista: “Quero fazer um negócio bom”, escreveu.

Em contrapartida, a situação do cliente Iran parece ser bem diferente: mesmo após fechar contratos ao longo de meses, alguns deles com cifras milionárias, as duas contas bancárias do influenciador tiveram giro de R$ 7.500 em 2022, e o valor atual do saldo é “praticamente nada”. As informações foram publicadas nesta semana pelo colunista Leo Dias.

Relembre

As revelações sobre o caso Luva de Pedreiro provocaram cobranças de milhares de seguidores ao empresário Allan Jesus, que publicou nota em que diz lamentar e receber “com perplexidade as notícias veiculadas pela imprensa”.

No domingo (19), Iran havia declarado que faria uma pausa na carreira como influenciador digital (vídeo abaixo). Em live, ele fez um desabafo e preocupou os seguidores: “Seguir essa p* sozinho, Deus e meus fãs, mano. F*da-se o resto”, disse. As suspeitas recaíram sobre Allan de Jesus, o então empresário do rapaz. No dia seguinte, “o cara da luva” voltou a postar um vídeo nas redes, mas não continuou mais.

Jesus nega que a ASJ, empresa que gerencia a carreira do influencer, tenha rompido com ele. De acordo com comunicado publicado no Instagram, o contrato tem vigência até 2026 e, até o momento, a agência não recebeu “qualquer comunicação formal” a respeito de uma possível rescisão.

Edição: Roberth Costa
Beatriz Kalil Otherobeatriz.othero@bhaz.com.br

Jornalista formada pela UFMG, é colaboradora do BHAZ desde 2020. Participou de reportagens premiadas pela CDL/BH em 2021 e 2022, e pela Rede de Rádios Universitárias do Brasil em 2020.

Comentários