Aulas presenciais em escolas mineiras voltam a ser obrigatórias a partir de novembro

Aulas presenciais
Medida também acaba com exigência de distanciamento adicional entre alunos (Gil Leonardi/Imprensa MG)

Atualização às 14:00 do dia 23/10/2021 : Atualizado para incluir informações enviadas pela Prefeitura de Belo Horizonte.

O Governo de Minas determinou que a volta às aulas presenciais no estado não será mais facultativa a partir do dia 3 de novembro. Com isso, escolas das redes públicas e privadas de ensino serão obrigadas a retomar as atividades presenciais.

A decisão foi tomada nessa sexta-feira (22), depois que o Centro de Operações de Emergência de Saúde (COES), da SES-MG (Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais), aprovou a 6ª versão do Protocolo Sanitário de Retorno às Atividades Escolares Presenciais (confira o documento aqui).

De acordo com o secretário de Estado de Saúde, Fábio Baccheretti, a determinação foi possível devido à redução de casos de Covid-19 no estado em associação com o avanço da vacinação. “Os professores já estão todos vacinados e o alunos acima de 12 anos também já iniciaram o processo de vacinação”, aponta.

Somente os estudantes com condição de saúde de maior fragilidade à Covid-19 serão dispensados da obrigatoriedade de comparecer às aulas presenciais. Nestes casos, a condição deve ser comprovada com prescrição médica para permanecer em atividades remotas.

Procurada pelo BHAZ, a PBH (Prefeitura de Belo Horizonte) informou que, no momento, estão mantidas as regras do protocolo de retorno às aulas já estabelecidas antes na capital. Confira aqui o documento da administração municipal.

Flexibilização

A medida também acaba com a exigência de distanciamento adicional de 0,90 metro entre os estudantes nos ambientes da escola. O secretário justifica a decisão afirmando que houve grande adesão aos protocolos sanitários pelas escolas públicas e privadas.

“A Secretaria de Educação vai dar todas as orientações necessárias aos gestores escolares para que eles informem às famílias, aos estudantes, professores e demais servidores das escolas como se dará essa nova etapa da nossa retomada presencial”, afirma a secretária de Estado de Educação, Julia Sant’Anna.

O secretário de Saúde já havia adiantado, em coletiva de imprensa concedida na última semana, que o Governo de Minas estudava tornar as aulas presenciais obrigatórias ainda neste ano. “Conversei hoje com a secretária de Educação e a ideia é que a gente consiga sim, de forma segura, voltar com todas as atividades presenciais nas escolas de Minas”, disse na ocasião.

Edição: Giovanna Fávero
Sofia Leão
Sofia Leãosofia.leao@bhaz.com.br

Repórter do BHAZ desde 2019 e graduanda em jornalismo pela UFMG (Universidade Federal de Minas Gerais). Participou de reportagens premiadas pelo Prêmio Cláudio Weber Abramo de Jornalismo de Dados, pela CDL/BH e pelo Prêmio Sebrae de Jornalismo em 2021.

Comentários