Qual o menor preço? Minas ganha app que mapeia postos com combustíveis mais baratos; veja como baixar

Posto de combustível
Já se tornou imprescindível fazer uma pesquisa elaborada para saber em que posto vale mais a pena abastecer (Marcelo Camargo + Marcello Casal Jr/Agência Brasil)

Com o preço exorbitante dos combustíveis no Brasil, já se tornou imprescindível fazer uma pesquisa elaborada para saber em que posto vale mais a pena abastecer. Agora, moradores de Minas Gerais contam com um aplicativo que facilita esse trabalho, mapeando os valores de gasolina, etanol e diesel em estabelecimentos de todo o estado.

A funcionalidade “Pesquisa Menor Preço” faz parte do aplicativo “Educação Fiscal MG”, desenvolvido pela Secretaria de Estado de Fazenda (SEF) e lançado nesta quarta-feira (25) pelo Governo de Minas. A ferramenta já pode ser baixada gratuitamente, nas lojas de app dos sistemas Android e iOS.

“Com os reajustes constantes dos preços dos combustíveis, é fundamental pesquisar para economizar. Cada centavo conta. Ao acessar esse aplicativo os motoristas não vão precisar mais rodar encontrar o menor preço do combustível”, aponta o governador Romeu Zema (Novo).

Como funciona?

O monitoramento dos preços é feito automaticamente, com base nas notas fiscais emitidas pelos próprios postos de combustível do estado. Inicialmente, a atualização dos valores ocorrerá a cada 12 horas, mas, segundo o Governo de Minas, em breve será em tempo real.

O usuário do app pode definir o raio de distância para que o mapeamento seja realizado, variando de 1 a 20 quilômetros.

Além da “Pesquisa Menor Preço”, a ferramenta também possui a funcionalidade “Perfil de Gastos”. Com a opção, sempre que fizer uma compra, o consumidor pode pedir a nota fiscal com a inclusão do CPF. O sistema vai incluir os dados no aplicativo, com o objetivo de que que a pessoa cadastrada no app também possa fazer um acompanhamento das suas despesas mensais.

A planilha é automática e está dividida nas categorias combustíveis, drogaria, eletrônicos, material de construção, padaria, papelaria, supermercado, vestuário e outros.

De acordo com o secretário de Fazenda, Gustavo Barbosa, o aplicativo estará em constante aprimoramento. A expectativa é de que, num futuro próximo, sejam agregados outros produtos à funcionalidade de pesquisa, como medicamentos e insumos da cesta básica.

Preço do combustível em BH

De acordo com a última pesquisa realizada pelo site Mercado Mineiro, entre os dias 11 e 15 de maio, o menor preço da gasolina entre os 176 estabelecimentos consultados foi de R$ 7,38 e, o maior, R$ 7,79.

O menor preço encontrado para o etanol entre os postos pesquisados foi de R$ 5,28 e, o maior, de R$ 5,99, diferença de 13%. Em comparação com o dia 30 de abril, o preço caiu 3,86% – ou R$ 0,22 -, sendo que o valor médio era de R$ 5,79 e passou a ser de R$ 5,57.

O preço médio do etanol subiu mais que 73% de janeiro de 2021 a maio deste ano: antes era de R$ 3,213 e, agora, passou para R$ 5,57. Isso significa que abastecer com etanol seguia menos vantajoso quando comparado com a gasolina, mas o cenário melhorou um pouco em relação ao início do mês.

Com Agência Brasil

Edição: Roberth Costa
Sofia Leãosofia.leao@bhaz.com.br

Repórter do BHAZ desde 2019 e graduanda em jornalismo pela UFMG (Universidade Federal de Minas Gerais). Participou de reportagens premiadas pelo Prêmio Cláudio Weber Abramo de Jornalismo de Dados, pela CDL/BH e pelo Prêmio Sebrae de Jornalismo em 2021.

Comentários