Pesquisar
Close this search box.

Passaporte Mineiro do Conhecimento: Projeto leva 90 alunos da rede estadual de MG para intercâmbio

Por

romeu zema projeto intercâmbio alunos rede estadual mg
Romeu Zema anunciou o projeto de intercâmbio para alunos da rede estadual de MG (Agência Minas/Gil Leonardi)

O Governo de Minas anunciou, nesta quinta-feira (23), o “Passaporte Mineiro do Conhecimento”, que é um projeto de intercâmbio para alunos da rede estadual. Serão 90 bolsas de estudo em diversos países, financiadas pela SEE/MG (Secretaria de Estado de Educação de Minas Gerais).

O projeto tem o objetivo de promover o acesso de estudantes a novas culturas, costumes e tradições. Segundo Romeu Zema (Novo), os alunos começarão a viajar em 2025. “O intercâmbio é importantíssimo para um jovem”, declarou o governante no evento de anúncio.

Inicialmente, o governo vai investir R$ 6,3 milhões no projeto. A intenção é que, preferencialmente, estudantes de baixa renda acessem a educação intercultural. Além disso, os alunos devem estar matriculados no 1° ano do Ensino Médio em Tempo Integral.

“Essa é uma oportunidade para os nossos jovens de periferia, jovens que estão se esforçando na formação para viver aquilo que eles só veem na televisão. Os alunos com boas notas poderão estar estudando em outros países no ano que vem”, disse o secretário de Estado de Educação, Igor de Alvarenga.

Países da Europa, Japão e EUA

Os destinos incluem países da Europa como Itália, França, Suíça, Alemanha, Finlândia e Bélgica, e outros locais como Japão, Canadá, Estados Unidos e Argentina.

A iniciativa é a expansão do Projeto Cidadão Global, que enviou 27 alunos da Escola Estadual Sandoval Soares de Azevedo, em Ibirité, região metropolitana de Belo Horizonte, para um intercâmbio no exterior.

Uma das estudantes da escola, Marina Santos Sousa avaliou positivamente a experiência na África do Sul. “Tive uma das melhores experiências da minha vida. O intercâmbio me trouxe muita independência e resiliência. Ajuda muito, até com autoconhecimento”, declarou.

Ao todo, serão 40 vagas destinadas aos estudantes de Ibirité, e 50 para outras unidades do estado. As bolsas incluem custos pessoais, passagem aérea, seguro de saúde e custos adicionais relacionados às instituições de ensino internacionais.

Os estudantes interessados não podem ter sido reprovados ao longo do percurso escolar, apresentar média de nota superior a 70% e frequência acima de 90% no ano anterior. Após a seleção, eles viajarão para cursar o 2° ano, retornando à sua escola para completar o 3° ano.

A SEE/MG está preparando um edital com os critérios de participação e etapas de seleção para os jovens interessados e divulgará em breve neste link.

Inicialmente, a expansão funcionará como projeto piloto para atender, especialmente, 112 escolas de todo o estado que façam parte do Ensino Médio em Tempo Integral. A viagem ocorrerá em dois momentos, no primeiro e no segundo semestre de 2025.

Com Agência Minas

Andreza Miranda

Graduada em Jornalismo pela UFMG (Universidade Federal de Minas Gerais) e repórter do BHAZ desde 2020. Participou de duas reportagens premiadas pela CDL/BH (2021 e 2022); de reportagem do projeto MonitorA, vencedor do Prêmio Cláudio Weber Abramo (2021); e de duas reportagens premiadas pelo Sebrae Minas (2021 e 2023).

Mais lidas do dia

Leia mais

Acompanhe com o BHAZ