Hoje é o último dia para tirar título de eleitor e votar já nas eleições de 2022

titulo
Encerra hoje o prazo para tirar, transferir ou regularizar o título de eleitor e votar neste ano (Marcello Casal Jr./Agência Brasil)

Quem quiser votar nas eleições de outubro deste ano tem até esta quarta-feira (4) para emitir ou regularizar o título de eleitor. O prazo para transferir ou regularizar o título também termina hoje.

O TítuloNet, site oficial do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) permite verificar pendências no título de eleitor, requerer a primeira via, transferir município de votação e alterar dados pessoais.

Segundo o Tribunal Superior Eleitoral (TSE), todos que fizerem as solicitações até às 23h59 de hoje serão atendidos. Os pedidos serão respondidos em até 30 dias e podem ser acompanhados pela internet.

As campanhas pelo país estimulando jovens e eleitores a se tornarem aptos para votar parecem ter surtido efeito. O sistema de regularização registrou recorde de acessos nos últimos dias, com cerca de 1 milhão de entradas.

Já nesta quinta-feira (5), o cadastro eleitoral será fechado e não serão permitidas alterações até ao menos o fim do período eleitoral.

O primeiro turno das eleições gerais será em 2 de outubro, quando os eleitores vão às urnas para eleger o presidente da República, governadores, senadores, deputados federais, estaduais e distritais. Caso haja segundo turno para os cargos do Executivo, o pleito será em 30 de outubro.

Vamos, galera, jovens!

Em março deste ano, a menos de sete meses para as eleições de 2022, artistas e personalidades da mídia deram início a campanhas para conscientizar jovens de 16 ou 17 anos a tirarem o título de eleitor.

Juliette, Giovanna Ewbank, Anitta, Gil do Vigor deram o recado. Até Mark Ruffalo, o ator que interpreta o personagem Hulk em filmes da Marvel, entrou na campanha. Nos Estados Unidos, Mark se destaca no engajamento a causas sociais e movimentos políticos. Nesta semana, o artista norte-americano voltou a destacar o prazo para regularizar o título no Brasil e compartilhou conteúdos de brasileiros sobre o tema nas redes sociais.

Com Agência Brasil

Comentários