Menino de 8 anos é o mais novo brasileiro a ser aceito em clube para pessoas com alto QI

gustavo-saldanha
Gustavo Saldanha toca 7 instrumentos e ama os Beatles (Reprodução/YouTube)

Gustavo Saldanha, de 8 anos, tornou-se o brasileiro mais novo a ser aceito na Mensa International – a maior sociedade de alto QI (Quociente de Inteligência) do mundo. O garoto, que é de São Paulo, toca sete instrumentos de música e instala sistemas operacionais em computadores. Gustavo já recebeu uma bolsa de estudos na Unilogos (Logos University International), nos Estados Unidos.

Segundo o G1, o menino toca violão, guitarra, teclado, ukulelê e baixo, além de arriscas na bateria, na gaita e saber a maioria das músicas dos Beatles. Gustavo Saldanha ainda está no Ensino Fundamental, estudando em uma escola particular de São Paulo.

De acordo com a mãe da criança, Luciene Saldanha, Gustavo demorou mais do que a média das crianças para aprender a falar, pois só foi pronunciar as primeiras palavras com quase 3 anos de idade. Ela contou que nunca chegou a desconfiar de alguma excepcionalidade na inteligência do garoto.

“A gente só percebia que ele era mais inquieto e curioso. Na brinquedoteca, queria mexer na TV ou no interfone. Tinha interesses diferentes, mas nada que, para a família, fosse sinal de inteligência superior”, disse a mulher.

Beatles aos 5 anos

O desempenho de Gustavo passou a chamar a atenção quando ele tinha 5 anos. Na ocasião, em 2018, o menino aprendeu a cantar cinco músicas dos Beatles para uma apresentação do Dia das Mães na escola, e todos repararam que ele decorava rapidamente as letras apesar de não saber inglês.

Então, o dia inteiro na casa da família Saldanha passou a ter a trilha sonora da banda. Em seus momentos de lazer, Gustavo passou a ir em apresentações de covers dos Beatles e a fazer aulas de violão e guitarra. O pequeno tem até um canal no YouTube, em que compartilha suas versões das músicas da banda. Confira:

Habilidades tecnológicas

Com a chegada da pandemia e a interrupção dos shows e das aulas presenciais, o garoto descobriu uma nova habilidade: tecnologia. “Em pouco tempo, meu filho já estava apaixonado pelas plataformas de reunião, como Zoom e Google Meet. Começou até a mexer nos sistemas operacionais e a transformar Windows em Mac”, revelou Luciane.

“Aí, a gente falou: nossa, as crianças estão entediadas em casa, querendo voltar para a escola, e nosso filho curtindo o desenvolvimento na tecnologia nessa velocidade? Estava estranho”, disse a mãe do menino.

Teste de QI

Por conta disso, os pais de Gustavo Saldanha foram em busca de um centro de apoio a crianças com desenvolvimento intelectual acelerado em São Paulo. Após cinco dias de testes on-line, os especialistas descobriram que o garoto tinha um QI elevado.

O menino passou por um dos testes de inteligência mais conceituadas do mundo, o WAIS III, e alcançou o percentil de 99 acertos. Com o resultado, a escola do garoto recebeu orientações para oferecer a ele um foco maior em suas habilidades, sendo mais horas de música e maior contato com a tecnologia.

Inscrição na Mensa International

O neurocientista Fabiano de Abreu, que faz parte da Mensa International, foi quem recomendou aos pais de Gustavo a inscrição dele no clube, uma vez que o Mensa Brasil não aceita crianças. Para ser aprovado, é necessário mostrar percentil mínimo de 98 no teste WAIS III.

Fabiano também está ajudando a família da criança e dando consultoria para que Gustavo consiga bolsas de estudo fora do Brasil. Segundo Luciane, seu filho tem “sonhos empresariais”. O desejo dele é criar a “Gustavo Saldanha Animation Studios”, com restaurante, teatro, casa de shows e emissora de TV.

Edição: Roberth Costa
Andreza Mirandaandreza.miranda@bhaz.com.br

Estudante de Jornalismo na Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG).

Comentários