Home NotíciasBrasilBolsonaro convida Regina Duarte para a Secretaria de Cultura; atriz defende governo

Bolsonaro convida Regina Duarte para a Secretaria de Cultura; atriz defende governo

A atriz Regina Duarte deve responder ainda neste sábado (18) ao convite feito pelo presidente Jair Bolsonaro (sem partido) para que assuma o comando da Secretaria Especial de Cultura. O cargo ficou vago após a demissão de Roberto Alvim, que caiu depois de copiar a estética e parte de um discurso nazista durante um pronunciamento.

+ Secretário da Cultura é demitido após adaptar discurso de ministro nazista: ‘Perdão’

De acordo com a Folha de S. Paulo, o próprio presidente teria ligado para a atriz, que o apoiou durante as eleições e costumeiramente o defende por meio das redes sociais. Ainda de acordo com a publicação, a primeira-dama Michelle Bolsonaro teria influenciado na escolha da artista, já que as duas atuam juntas no programa Pátria Voluntária, comandado por Michelle.

+ Patrícia Pillar faz apelo a Regina Duarte em foto de apoio a Bolsonaro

Caso Regina não aceite o convite, um pastor – cujo nome ainda não foi revelado -, é cotado para assumir a posição. Se aceitar, a atriz pode perder parte dos rendimentos que fatura junto à Globo. Ela tem um salário fixo de R$ 60 mil e, quando está no ar, o vencimento pode chegar a R$ 120 mil.

Nas redes sociais, internautas de diferentes partes do país se mostram divididos em relação ao convite feito a Regina Duarte. Para alguns, a atriz não tem a qualificação necessária para assumir o posto. Outros, por sua vez, pedem para que ela aceite a proposta. Confira parte da repercussão abaixo!

Neste sábado (18), Regina Duarte publicou um post em que defende o governo Bolsonaro. Ela publicou uma foto com o que seria um resumo dos 10 meses do presidente no poder e escreveu na legenda: “Bom dia. Nunca é demais lembrar o tanto de respeito que este governo tem pelo seu povo”.

Comentários