Em protesto durante pronunciamento de Kalil, professor é atingido por cassetete e fica desacordado

pbh protesto
Professor foi atingido por cassetete em manifestação na porta da PBH (Asafe Alcântara/BHAZ)

Uma manifestação de servidores da rede municipal de educação de Belo Horizonte terminou em confusão na manhã desta sexta-feira (25), em frente à sede da prefeitura da capital. Durante um protesto para reivindicar o aumento no piso salarial, um professor em greve foi atingindo por um guarda e convulsionou, precisando ser conduzido até uma viatura.

O episódio ocorreu durante o pronunciamento oficial do então prefeito Alexandre Kalil – agora pré-candidato ao governo de Minas Gerais e rival de Zema (Novo) – no Hall da Prefeitura da capital mineira. Em imagens gravadas pelo BHAZ, o homem aparece sendo carregado pelas autoridades, desacordado, após ter sofrido uma convulsão.

“Os professores estavam manifestando pacificamente, ele levou uma pancada na cabeça […] É assim que Kalil quer disputar o governo de Minas, dando porrada em professor sem negociar”, disparou Daniel, professor que também estava protestando no local. Ele explica que a vítima foi atingida por um cassetete.

Greve da educação

Os servidores da rede municipal de educação de Belo Horizonte decidiram manter a greve por tempo indeterminado, em assembleia realizada na manhã dessa terça-feira (22), na Praça da Estação. A categoria segue recusando a proposta de reajuste oferecida pela prefeitura.

A nova negativa vem após a PBH (Prefeitura de Belo Horizonte) propor a antecipação do pagamento de R$1.150 do Fundeb (Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação) aos servidores.

A rede municipal de educação está paralisada desde a última quarta-feira (16). Ainda conforme o Sind-REDE/BH, a greve conta com mais de 60% de escolas do ensino fundamental paralisadas, e 30% da educação infantil.

Esta reportagem está em atualização.

Edição: Roberth Costa
Nicole Vasquesnicole.vasques@bhaz.com.br

Graduanda em Jornalismo pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG). Participou de reportagem premiada pela CDL/BH em 2022.

Comentários