DJ Ivis é preso em Fortaleza após agressões contra ex-esposa

DJ Ivis
DJ Ivis foi preso em 14 de julho por agredir a ex-esposa (Reprodução/@djivis/Instagram)

O DJ Ivis foi preso nesta quarta-feira (14), em Fortaleza, após vídeos de agressões contra a ex-esposa serem divulgados por ela nas redes sociais. A informação foi compartilhada pelo governador do Ceará, Camilo Santana (PT), no Twitter, no fim desta tarde.

“Acabo de ser informado pelo nosso secretário de Segurança da prisão do DJ Ivis, no caso das agressões a Pamella Holanda. A prisão preventiva havia sido solicitada ontem pela nossa Polícia Civil e decretada há pouco pela Justiça. Que responda pelo crime cometido”, publicou o governador.

Agressões

Os vídeos publicados no Instagram pela ex-esposa do DJ Ivis, Pamella Gomes de Holanda, mostram o artista a agredindo com socos, chutes e tapas em diferentes ocasiões. Os registros teriam sido feitos na residência do então casal. Iverson de Souza Araújo confessou as agressões, mas alegou ser vítima de chantagem.

Os vídeos publicados por Pamella no domingo (11) deixam explícito que DJ Ivis a agrediu mesmo quando a mulher estava cuidando da filha dos dois, a pequena Mel, de 9 meses. Em outras gravações, é possível ver que outra mulher, uma possível babá, e um homem não identificado acompanham as agressões e não interferem.

Em 3 de julho, Pamella procurou as autoridades e também registrou um boletim de ocorrência. Em seguida, conseguiu medida protetiva para ela e a filha por meio do TJCE (Tribunal de Justiça do Ceará).

Nas redes sociais, internautas mostraram-se indignados com as agressões de DJ Ivis contra Pamella. Aos 29 anos, ele ficou conhecido por conta de músicas que ganharam destaque, principalmente no forró. Além de ser DJ, ele também canta e trabalha como compositor. DJ Ivis é autor de músicas como “Volta Bebê, Volta Neném”, “Esquema Preferido” e “Não Pode se Apaixonar”.

Ex detalha agressões

Depois de compartilhar a série de vídeos, Pamella Gomes se pronunciou nas redes sociais pela primeira vez após a polêmica, na segunda-feira (12). “Quero e preciso agradecer todo o apoio que estou recebendo. Dizer que não estou bem, mas que estou segura. Eu e minha filha”, disse Pamella no Instagram.

Em entrevista ao jornalista Leo Dias, a mulher também afirmou que o DJ deixou ela e filha Mel, de apenas nove meses, com R$ 12 na conta bancária. Pamella também afirmou que está bloqueada pelo ex-companheiro nos números de celular, e que pediu que o pai comprasse os mantimentos para a filha. Segundo ela, ele teria a deixado sem dinheiro. Segundo ela, o casal se relaciona desde 2018 e as agressões começaram em 2020, quando ela já havia passado da metade da gravidez.

“Eu já estava quase entrando no sexto mês. Ele me pegou pelo pescoço e veio me arrastando pelo corredor do apartamento em que a gente morava, me jogando no sofá”, lembrou a mulher, que contou ainda que uma das babás da filha do casal chegou a desistir do trabalho após presenciar o comportamento agressivo do DJ.

Edição: Roberth Costa
Sofia Leão
Sofia Leãosofia.leao@bhaz.com.br

Repórter do BHAZ desde 2019 e graduanda em jornalismo pela UFMG (Universidade Federal de Minas Gerais). Participou de reportagem premiada pela CDL/BH e pelo Prêmio Sebrae de Jornalismo em 2021, além de figurar entre os finalistas do Prêmio Cláudio Weber Abramo de Jornalismo de Dados.

Comentários