Uberlândia leva 1º lugar em ranking nacional de Serviços de Cidades Inteligentes

Uberlândia
Município tinha ficado em 3º lugar na edição de 2020 (Reprodução/@prefeituradeuberlandia/Instagram)

Uberlândia conquistou o primeiro lugar no ranking nacional de Serviços de Cidades Inteligentes. O levantamento considera o grau de automação e facilidade de acesso a serviços entre os 100 maiores municípios brasileiros em população. O resultado foi divulgado ontem (25) em evento virtual.

O ranking analisa 29 serviços, dos quais 16 foram identificados na cidade do Triângulo Mineiro. Entre os destaques da cidade estão os cruzamentos com semáforos inteligentes, os prontuários eletrônicos, as lâmpadas de LED monitoradas por telegestão, informatização de serviços de saúde e educação e a digitalização dos serviços públicos.

Das dez primeiras cidades, duas são de Minas Gerais. A capital mineira apareceu em quinto lugar. Pela sequência, são: Uberlândia, Campo Grande (MS), Fortaleza (CE), Santo André (SP), Belo Horizonte, Blumenau (SC), Curitiba (PR), São José dos Campos (SP), Limeira (SP) e Porto Alegre (RS).

No ano passado, Santo André ocupava a primeira posição entre as cidades mais inteligentes. Uberlândia estava em terceiro lugar, BH em quinto, e Juiz de Fora – que ficou de fora das primeiras colocações este ano – em oitavo (veja lista completa aqui).

Serviços virtuais

O levantamento é feito pela consultoria Teleco e tem parceria com a Conexis Brasil Digital, entidade que congrega as principais de operadoras de telecomunicações e substituiu a marca Sindtelebrasil, e a Associação Brasileira de Infraestrutura para Telecomunicações (Abrintel). Para divulgar o resultado, as organizadoras realizaram um evento virtual na tarde dessa quinta-feira (25).

Prefeito participou da premiação (Prefeitura de Uberlândia/Divulgação)

“É com muito orgulho que recebemos esse reconhecimento. Repito sempre: a cidade que não for facilitadora, ficará para trás. E por isso buscamos ser uma prefeitura inovadora. Por exemplo, avançamos muito na educação com aulas virtuais e pela televisão. Entregamos tablets a mais de 14 mil crianças atendidas pelo Bolsa Família. Na área da saúde, hoje nós temos mais de 1,2 milhão doses da vacina contra a Covid aplicadas via agendamento virtual e notificação por mensagem de texto SMS”, disse o prefeito Odelmo Leão (PP).

“A Prefeitura oferece ao cidadão mais de 90 tipos de serviços de forma virtual. Então eu acredito que as inovações vêm no sentido de facilitar as coisas”, acrescentou. O prefeito ressaltou que a modernização do sistema de iluminação pública na cidade já alcançou 71% da troca das lâmpadas tradicionais pelas de LED, reduzindo em 2 mil toneladas/ano a emissão de gás carbônico na atmosfera.

Tecnologia, inteligência e conectividade

Ao comentar sobre o ranking após o anúncio do resultado, o gerente de Infraestrutura da Conexis, Ricardo Dieckmann, ressaltou que as cidades precisam estar preparadas tanto para oferecer serviços digitais e inteligentes aos moradores quanto para viabilizar a expansão da conectividade. “Essas duas vertentes, serviços inteligentes e conectividade, têm que caminhar lado a lado”, destacou.

Em setembro, Uberlândia também obteve o 1º lugar no ranking nacional Cidades Amigas da Internet, promovido pela Conexis, Abrintel e Teleco. Nessa premiação, o município foi considerado o que mais oferece estímulo às telecomunicações no Brasil.

Segundo a prefeitura, a cidade é uma das poucas do país preparadas para receber a infraestrutura para a tecnologia 5G. A Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações) destaca Uberlândia como único exemplo de Minas Gerais entre os municípios com legislação aderente às melhores práticas para expansão da infraestrutura de telecomunicações.

Exemplo para o país

No encerramento da cerimônia virtual, o presidente executivo da Conexis Brasil Digital, Marcos Ferrari parabenizou a cidade pelo segundo prêmio anual. “Assim como disse na premiação da Cidade Amiga da Internet, reitero que Uberlândia é exemplo para todo o país”, afirmou.

Já o diretor do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações (MCTI), José Gontijo, declarou que o ranking servirá de base para a promoção de políticas públicas junto às prefeituras em todo o país. A iniciativa consta do termo de cooperação anunciado em conjunto pelo órgão federal, a Conexis e a Abrintel.

Segundo a Conexis, o ranking permite que os municípios verifiquem a sua posição em relação aos demais e identifiquem os pontos que requerem aprimoramentos, de modo a tornar suas cidades mais inteligentes.

Comentários