Anvisa recebe segundo pedido de registro para testes da varíola dos macacos

Teste varíola
Anvisa recebe pedido de registro para teste de varíola dos macacos (FOTO ILUSTRATIVA: Banco de imagens/Envato Elements)

A Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) recebeu, no último dia 2, o segundo pedido de registro de kit para testes do vírus Monkeypox, conhecido como varíola dos macacos.

O pedido é para o produto Monkeypox Virus Nucleic Acid Detection Kit e foi apresentado pela empresa Comércio e Indústria de Produtos Médico-Hospitalares e Odontológicos LTDA (CPMH).

Segundo a Anvisa, a primeira solicitação de registro dos testes foi feita pela empresa Biomédica.

Após análise, a reguladora emitiu exigência, que é um pedido de informações e dados necessários para a conclusão da análise pela equipe técnica. O processo do registro envolve avaliar o processo de fabricação, confiabilidade dos resultados e efetividade para o diagnóstico.

Diagnóstico

Atualmente, a coleta mais indicada para a detecção da doença é o teste molecular RT-PCR feito pelo swab (cotonete), igual ao utilizado na testagem de Covid-19.

Situação Nacional

Segundo dados do Ministério da Saúde, até ontem (5), 2.004 casos de varíola dos macacos foram registrados no país. A pasta acompanha outros 1.962 casos. Até o momento, uma morte foi confirmada pela doença, em Belo Horizonte

Com Agência Nacional

Edição: Roberth Costa
Mateus Felipemateus.felipe@bhaz.com.br

Graduando em Jornalismo pelo Centro Universitário Internacional UNINTER.

Comentários